Porque as Mulheres demoram mais para Emagrecer?

A Organização Mundial de Saúde relata maiores taxas de obesidade em mulheres em todo o mundo, atingindo o dobro da prevalência entre homens em algumas partes do mundo. No Brasil, quase metade da população excesso de peso (46,6%), e os dados de pesquisas mostram que nas capitais, a obesidade atinge 14% das mulheres.

As mulheres tem mais dificuldade para emagrecer porque os hormônios responsáveis por regular o apetite e o gasto energético decorrente das atividades físicas, trabalham de forma diferente nos homens e mulheres.

Os principais motivos para que a mulher engorde com mais facilidade e demore mais para emagrecer são:

Células de gordura

Elas têm a finalidade de armazenar gordura quando seu corpo não precisa, e liberá-la quando o seu corpo precisa de energia extra. Diferentes enzimas controlam essas reações.

Existem as enzimas que ajudam a armazenar gordura, são chamadas de enzimas lipogênicas e as enzimas que ajudam a liberar a gordura das células, que são as lipolíticas.

Pesquisas descobriram que as mulheres tendem a ter mais enzimas lipogênicas que armazenam gordura e também células de gordura maiores. Já os homens têm mais enzimas lipolíticas de liberação de gordura e células de gordura menores.

De uma forma geral, as mulheres tendem a armazenar gordura rapidamente e perder a mesma gordura lentamente, enquanto os homens tendem a armazenar gordura lentamente e a perder a mesma rapidamente.

Massa muscular

A mulher tem músculos menores do que o homem. Cada quilo de músculo queima cerca de 10 calorias por dia. Quanto mais massa muscular uma pessoa tem, mais calorias ela irá queimar em um período de 24 horas.

Os homens têm mais massa muscular e menos gordura, enquanto as mulheres têm menos músculos e mais gordura.

Cérebros diferentes

Pesquisadores realizaram um estudo de imagens cerebrais para ver como nós controlamos a nossa resposta cerebral aos nossos alimentos favoritos. Os homens eram mais capazes de controlar suas respostas. Isso explica o porque as mulheres tem mais dificuldade em não resistir a um docinho.

Dietas radicais

As mulheres muitas vezes fazem dietas radicais por um período de tempo, ou pior, não comem o quanto deve para emagrecer. O nosso corpo não consegue distinguir o que é dieta ou o que é passar fome. Desta forma, o organismo faz algumas alterações bioquímicas para se adaptar a esta falta de nutrientes.

O que acontece quando o corpo sente falta de comida?
Uma das primeiras alterações é a ativação e a multiplicação das enzimas de armazenamento de gordura. Pior, as células de gordura se tornam menos eficientes na perda de gordura. Ou seja, não é nada bom ficarmos muito tempo sem comer.

Quando se perde peso em uma dieta radical, a maior parte que se perde vem das partes magras do corpo: água e músculos.

Uma vez que há menos massa magra, o corpo queimará menos calorias. O peso é recuperado na forma de gordura. Mesmo que o corpo eventualmente recupera a massa magra, o dano de ganho de peso de gordura já terá ocorrido.

Estes são apenas alguns motivos do por quê as mulheres têm mais dificuldades em emagrecer. Devemos entender estes detalhes para trabalhar na conquista dos nossos objetivos.

Se tivermos uma alimentação balanceada, praticarmos exercícios físicos de frequentes e ter boas noites de sono, com certeza será possível alcançar seus objetivos.

Deixe um comentário